Vagner Calçados

quinta-feira, 25 de março de 2021

Açude Tijuquinha, em Baturité, é o quinto reservatório a sangrar no Ceará

O açude Tijuquinha, em Baturité, no Ceará, é o quinto reservatório a sangrar no estado em 2021. O transbordamento foi registrado na manhã desta quinta-feira (25). Antes dele, o açude São Vicente, em Santana do Acaraú, foi o quarto reservatório dentre os 155 monitorados pela Companhia de Gestão dos Recursos Hídricos (Cogerh) a sangrar neste ano, na segunda-feira (22).

O equipamento auxilia na liberação de água para usuários de irrigação do vale do Acaraú e reforça o abastecimento de comunidades rurais que ficam próximas do reservatório. Além dos cinco sangrando, outros quatro estão com volume acima de 90%.

A quantidade de açudes sangrando, entretanto, ainda é pequena, conforme especialistas. O mês de março, o segundo da quadra chuvosa, que vai de fevereiro a maio, deve terminar com registro de chuvas abaixo da média histórica, que é de 203, 4 milímetros no período.

O primeiro açude a transbordar neste ano foi o açude Caldeirões, em Saboeiro; depois o Batalhão, em Crateús; e o terceiro foi o Germinal, em Palmácia. O volume hídrico total acumulado no Ceará, hoje, é de 25,10%. Há um ano, a reserva era de 18%, mas havia 32 açudes sangrando e mais cinco acima de 90%.


(G1 CE)



0 comentários:

Postar um comentário