terça-feira, 23 de março de 2021

Com pandemia, PIB do Ceará encolhe 3,56% em 2020; pior resultado em 4 anos

Sob forte influência dos impactos da pandemia, o Produto Interno Bruto (PIB) do Ceará encerrou o ano de 2020 com queda de 3,56%, anunciou o Instituto de Pesquisa e Estratégia Econômica do Ceará na tarde desta terça-feira (23).

Esta foi a pior retração da economia cearense desde 2016, quando o PIB recuou 4,08%. Ainda assim, o resultado foi levemente melhor que o apresentado pelo Brasil (queda de 4,1%). Em valores correntes, o PIB do Ceará em 2020 foi de R$ 168,2 bilhões.

Avanço no 2º semestre

O analista do Ipece, Nicolino Trompieri, aponta que houve uma recuperação econômica mais forte que a esperada no segundo semestre do ano, de forma que o fechamento de 2020 se mostrou menos dramático que o previsto inicialmente. Em junho, o instituto estimava uma retração de 4,92% no Estado.

No último trimestre, o PIB cearense sofreu leve recuo de 0,17% em relação a igual período de 2019, mas avançou 1,37% ante o trimestre imediatamente anterior, que já havia crescido 17,05% na comparação com o segundo trimestre do ano, o mais impactado pela pandemia.

"Nós tivemos um bom crescimento no quarto trimestre após os efeitos mais fortes da pandemia. No terceiro trimestre, também tivemos um crescimento, mas por conta da baixa base de comparação. Com a reabertura gradual e responsável, o segundo semestre pôde ter reaquecimento da economia. Esse processo foi beneficiado pelos investimentos públicos. Em 2020, o Ceará obteve novamente o maior percentual de investimento da RCL, motor que ajudou bastante retomada do crescimento. Ainda assim, não conseguiu reverter todos os efeitos", avalia Trompieri.


(Diário do Nordeste)


0 comentários:

Postar um comentário