Vagner Calçados

ProveNET Sinal de Internet Inteligente

A Melhor Fibra Óptica!

Unopar

Campus Mombaça

JP Pneus

Pneus - Peças - Acessórios para Motos

Assistência Familiar Caminho do Céu

Sua Família Merece o Melhor.

Vagner Calçados

Calçados e Material Esportivo

segunda-feira, 17 de maio de 2021

Um mês antes de morrer, MC Kevin lançou o single 'Minha Última Música'

O cantor de funk, MC Kevin, lançou no mês de abril o single "Minha Última Música". A letra sobre superação por meio do funk e do preconceito. "Larguei o crime, bom samaro, inteligente. Que vê o melhor da vida sempre andando pra frente. Já que MC é criminoso vou assassinar sua mente", diz um trecho da música. 

Outras passagens falam sobre "dar um tempo".  "Eu tô cansado de cantar, vou dar um tempo, eu posso parar. Depois eu volto pro funk." No YouTube, o vídeoclipe da música soma quase 2 milhões de visualizações. 

"Eu vou ficar um tempo distante, paz. Na minha vida que eu tô cansado de inveja. Eu vou aproveitar pra gastar meus milhão bem longe, tô só pedindo um tempo pra minha vida repensar. É hora do descanso do gigante", escreveu o funkeiro.

Nas redes sociais, onde MC Kevin tinha quase 10 milhões de seguidores, o cantor se preparava para mais um lançamento chamado "Passado e Presente", que estava programado para acontecer no próximo dia 21. A última publicação do cantor no Instagram foi um story ao lado da esposa, a advogada Deolane Bezerra.

Kevin Nascimento Bueno, conhecido como MC Kevin, morreu na noite deste domingo (16), aos 23 anos, após cair do 5º andar de um hotel na Barra da Tijuca, na Zona Oeste do Rio de Janeiro.

O artista chegou a ser internado com vida no Hospital Municipal Miguel Couto, mas não sobreviveu. A informação foi confirmada pela Secretaria Municipal da Saúde. A Polícia Civil vai investigar as causas do acidente.


(CNN)


MOMBAÇA: PM conduz proprietário de bar após denúncia de descumprimento do decreto estadual

No último sábado (15) por volta das 23h00, a equipe de serviço na cidade de Mombaça recebeu uma  denúncia via 190 de que na "Rua do Ginásio" no Centro da cidade, um bar estaria funcionando clandestinamente. 

Os policiais se dirigiram ao local onde constaram a realidade dos fatos. Um casal que se apresentaram como proprietários do estabelecimento foram conduzidos à Delegacia de Senador Pompeu-CE onde foi realizado um Termo Circunstanciado de Ocorrência.





Idoso desaparece em mata no Ceará após fazer teste de Covid e receber orientação para ficar em isolamento

O catequista Raimundo Oliveira, 61 anos, desapareceu em uma mata na cidade do Crato, no interior do Ceará, após fazer um teste de Covid-19 e receber a orientação do médico para ficar em isolamento. O desaparecimento do homem ocorreu há seis dias, segundo a família, e até a amanhã desta segunda-feira (17) o catequista ainda não foi localizado.

O último paradeiro de Raimundo foi registrado por câmeras de segurança de um galpão na Rua Saturnino Candeia, no Bairro Alto da Penha. As imagens mostraram o homem caminhando próximo a uma área de mata. O Corpo de Bombeiros foi acionado e, desde o dia do desaparecimento, equipes realizam buscas na região.

Conforme o capitão dos bombeiros Humberto Júnior, as buscas pelo catequista são auxiliadas por uma aeronave da Coordenadoria Integrada de Operações Aérea (Ciopaer), drones e cães farejadores.

"Cada dia que passa continua a angústia, a dificuldade, a região lá é uma região de mata fechada. O Ciopaer já fez um sobrevoo e durante o voo não conseguiu encontrar nada, já usamos drones, toda a tecnologia que os bombeiros têm condição de ter nesses buscas, nós estamos utilizando. Cães que vieram de Fortaleza. E por falta de localização precisa fica muito difícil", afirma. 

O capitão dos bombeiros ressalta que, se o homem se escondeu, isso dificultará as buscas. "Se ele não quiser ser localizado vai ser muito difícil. Você pode passar muito perto dele e ele ficará calado e não vai dar nenhum sinal de vida. Nas condições de lá, uma mata fechada, tem água abundante, frutas, mas se ele estiver mais próximo à chapada ficará mais difícil ele sobreviver por mais alguns dias".


(G1 CE)


terça-feira, 4 de maio de 2021

PF cumpre mandados contra grupo internacional especializado em fraudes bancárias pela internet no Ceará

A Polícia Federal cumpriu, na manhã desta terça-feira (4), dois mandados de busca e apreensão, no Eusébio, na Região Metropolitana de Fortaleza, em operação para desarticular grupo criminoso internacional especializado em fraudes bancárias por meio da internet. O grupo desfalcou mais de meio milhão de euros de clientes de bancos portugueses.

De acordo com a Polícia Federal, as investigações apontam que um brasileiro morador do Eusébio atuava nas fraudes em Portugal, com ajuda de portugueses.

Ainda segundo a polícia, a investigação demonstrou indícios que o investigado brasileiro faz parte de um grupo criminoso que acessa bancos de dados de clientes em bancos no exterior mediante fraude e desvia recursos desses clientes.

Apreensão de veículos de luxo e computadores

Durante as investigações, agentes apreenderam um veículo de luxo, telefones, computadores e documentos relativos à compra de imóveis nos dois endereços do investigado.

Os policiais federais vão fazer a análise do material apreendido na operação policial. A conclusão dos trabalhos da Polícia Federal será compartilhada com as autoridades portuguesas.


(G1 CE)




segunda-feira, 3 de maio de 2021

Tasso declara que Ceará não pode ter dois candidatos a presidente da República

O senador Tasso Jereissati declarou em entrevista que o Ceará não pode ter dois ou três candidatos a presidente da República. O tucano afirmou que Ciro não desiste da corrida ao Planalto — as análises acreditam que não passa de encenação do FG.

Isolamento de Ciro é crescente. Tem grandes resistências ao PSDB. Tasso trabalha para ser candidato, fazendo Ciro recuar do seu sonho à presidência da República.


(CN7)


Ceará tem cenário favorável para chuvas em todas as macrorregiões neste início de semana

O início desta semana de maio deve apresentar condições favoráveis à chuva em todas as macrorregiões, mas com os maiores acumulados esperados para o centro-norte do Ceará, principalmente entre segunda (3) e terça-feira (4).

Conforme análise do cenário meteorológico realizada pela Fundação Cearense de Meteorologia e Recursos Hídricos (Funceme), a Zona de Convergência Intertropical (ZCIT), principal sistema indutor de precipitações neste período do ano, encontra-se mais próximo à costa norte do Estado, colaborando para precipitações mais abrangentes e expressivas.

A tendência, neste momento, é que a ZCIT permaneça na atual posição até quarta-feira (5), pelo menos, quando o sul do Estado também passar a apresentar condições mais favoráveis à chuva. 

Ainda para esta segunda, a faixa litorânea, o Maciço de Baturité e Ibiapaba deverão registrar os principais acumulados até o fim da tarde. Já nas demais áreas do Estado, os acumulados deverão ser mais pontuais.

Já para terça, conforme a Funceme, a previsão é de precipitações em mais de 50% de cada macrorregião ao longo do dia (eventos de chuva) e céu variando entre nublado e parcialmente nublado. O mesmo é esperado para quarta-feira (5).


(Funceme)


Com bandeira vermelha, conta de luz de maio ficará mais cara

A Aneel (Agência Nacional de Energia Elétrica) informou hoje que a conta de luz ficará mais cara em maio. A tarifa sofrerá acréscimo de R$ 4,169 a cada 100 kWh (quilowatt-hora) consumidos e passa ao patamar vermelho 1.

De acordo com a Aneel, o mês de maio dá início ao período seco e, com isso, os principais reservatórios têm nível de abastecimento reduzido. Esse cenário sinaliza patamar desfavorável de produção das hidrelétricas.

“Essa conjuntura sinaliza patamar desfavorável de produção pelas hidrelétricas e elevada necessidade de acionamento do parque termelétrico, pressionando os custos relacionados ao GSF (risco hidrológico) e o (PLD) preço da energia no mercado de curto de prazo”, afirmou a Aneel em comunicado.

Ainda segundo o órgão, abril foi o mês com pior aporte hidráulico da história do SIN (Sistema Interligado Nacional). O mês é conhecido por marcar o fim do período de transição entre as estações úmida e seca.

Criado pela Aneel, o sistema de bandeiras tarifárias sinaliza o custo real da energia gerada. As cores verde, amarela ou vermelha (nos patamares 1 e 2) indicam se a energia custará mais ou menos em função das condições de geração.


(UOL)


Brasil pode ser autossuficiente em produção de vacinas, dizem especialistas

A produção nacional de insumos para a fabricação das vacinas contra a Covid-19 pode ser a forma que o Brasil terá de conseguir imunizar sua população, já que os imunizantes ainda são escassos para serem aplicados no mundo, e as remessas contratadas pelo governo sofrem atrasos.

A avaliação é de Sue Ann Costa Clemens, professora da Universidade de Oxford e responsável por estudos clínicos da vacina de Oxford no Brasil, e Isabella Ballalai, vice-presidente da Sociedade Brasileira de Imunizações em entrevista a CNN neste domingo (02).

“Produzindo vacina no Brasil, não ficamos à mercê do mercado internacional. Esse será nosso cenário de conforto, o país pode ser autossuficiente em vacina contra a Covid-19, avaliou Isabella.

Sue ressaltou a importância para o futuro de dominar a tecnologia para a fabricação de vacinas localmente. “É um legado infinito. Não só para um primeiro momento. Se for preciso dar um reforço daqui a um ano, isso nos garante autonomia e pioneirismo. E quiçá poderemos ajudar o mundo, depois que vacinarmos nossa população. Existem inúmeros países pobres que ainda não receberam vacinas suficientes”.

As especialistas também comentaram sobre a negativa da Anvisa em importar a vacina Sputnik V. “A Anvisa é uma das agências mais respeitadas. Ela requisitou mais documentos, vamos esperar. A decisão foi muito acertada”, afirmou Sue.

Isabella concordou, reafirmando a importância da vacinação com segurança.”Se não temos  dados que possam dar tranquilidade em aplicar a vacina, isso pode gerar insegurança, medo da vacina e não adesão. Tenho esperança de que a Rússia apresente os dados necessários”, concluiu.





Trabalhadores nascidos em fevereiro podem sacar auxílio emergencial

Trabalhadores informais e inscritos no Cadastro Único para Programas Sociais do Governo Federal (CadÚnico) nascidos em fevereiro podem sacar, a partir de hoje (3) a primeira parcela do auxílio emergencial 2021. O dinheiro havia sido depositado nas contas poupança digitais da Caixa Econômica Federal em 9 de abril.

Os recursos também poderão ser transferidos para uma conta corrente, sem custos para o usuário. Até agora, o dinheiro apenas podia ser movimentado por meio do aplicativo Caixa Tem, que permite o pagamento de contas domésticas (água, luz, telefone e gás), de boletos, compras em lojas virtuais ou compras com o código QR (versão avançada do código de barras) em maquininhas de estabelecimentos parceiros.

Em caso de dúvidas, a central telefônica 111 da Caixa funciona de segunda a domingo, das 7h às 22h. Além disso, o beneficiário pode consultar o site auxilio.caixa.gov.br.

O auxílio emergencial foi criado em abril do ano passado pelo governo federal para atender pessoas vulneráveis afetadas pela pandemia de covid-19. Ele foi pago em cinco parcelas de R$ 600 ou R$ 1,2 mil para mães chefes de família monoparental e, depois, estendido até 31 de dezembro de 2020 em até quatro parcelas de R$ 300 ou R$ 600 cada.

Neste ano, a nova rodada de pagamentos, durante quatro meses, prevê parcelas de R$ 150 a R$ 375, dependendo do perfil: as famílias, em geral, recebem R$ 250; a família monoparental, chefiada por uma mulher, recebe R$ 375; e pessoas que moram sozinhas recebem R$ 150.

Regras

Pelas regras estabelecidas, o auxílio será pago às famílias com renda mensal total de até três salários mínimos, desde que a renda por pessoa seja inferior a meio salário mínimo. É necessário que o beneficiário já tenha sido considerado elegível até o mês de dezembro de 2020, pois não há nova fase de inscrições. Para quem recebe o Bolsa Família, continua valendo a regra do valor mais vantajoso, seja a parcela paga no programa social, seja a do auxílio emergencial.


(Agencia Brasil)