Vagner Calçados

quarta-feira, 16 de junho de 2021

MOMBAÇA: Quase dois meses após estupro coletivo, acusados continuam foragidos

Um crime bárbaro que não só chamou a atenção da população local de Mombaça, mas de todo o estado do Ceará, onde houve o estupro de duas crianças que foram abusadas sexualmente e psicologicamente continua impune. O fato ocorreu no dia 27 de abril de 2021, quando duas meninas residentes na região de Morada Nova (distrito de Mombaça) haviam saído para um banho de açude quando foram surpreendidas por quatro homens que forçaram uma situação constrangedora, chegando ao ato criminoso.

Dias após o ocorrido com a ajuda de uma longa divulgação entre veículos de informação, um dos acusados foi preso em Fortaleza quando já se preparava para uma fuga fora do estado. Desde então, os outros três envolvidos seguem livres, impunes e foragidos.

Ainda segundo informações colhidas por nossa redação, as crianças de 12 e 8 anos de idade recebem ajuda psicológica e médica constante pois as sequelas serão levadas para a vida. 

Deixamos aqui nosso sentimento de indignação e pedimos as autoridades para que esse crime não seja apenas mais uma estatística, que os criminosos possam pagar pelo erro cometido e sem reparos. 



0 comentários:

Postar um comentário