Vagner Calçados

quarta-feira, 25 de agosto de 2021

Personal trainer é preso em Tauá, após exigir dinheiro para não vazar fotos íntimas de suas alunas

A Polícia Civil de Tauá prendeu na manhã desta terça-feira (24), o professor de educação física Nonato Lopes do Nascimento, 30 anos, foi acusado do crime de extorsão.

Segundo o Delegado Regional de Polícia Civil, Dr. Danilo Távora,  o personal trainer bastante requisitado para acompanhar mulheres nas aulas de academia é acusado de crime de extorsão contra alunas. Durante as aulas, ele se apoderava dos celulares das vítimas e passava a copiar dados e fotos íntimas com o objetivo de depois extorqui-las.

Detenção

O personal já havia sido detido pela Polícia Civil no último dia 10 de agosto, próximo a sua residência na Rua Antônio Cariri, mas como ainda não haviam provas que pudessem justificar uma prisão em flagrante, ele foi liberado após prestar depoimento, mas a investigação continuou, terminando com a prisão preventiva do acusado, decretada pela Justiça a pedido da Polícia.

A denúncia foi feita por uma das clientes do personal trainer que após copiar os dados sigilosos do celular da vítima, passou a exigir quantia de R$ 30.000,00, para não publicar o conteúdo na internet.

Nonato Lopes está recolhido no DP e será encaminhado para o Centro de Triagem em Novo Oriente, onde ficará a disposição do Judiciário.

(Repórter: Lindon Johnson)


0 comentários:

Postar um comentário