Vagner Calçados

terça-feira, 14 de setembro de 2021

Justiça autoriza Suzane von Richthofen a deixar prisão para cursar faculdade

Presa e condenada por mandar matar os próprios pais, Suzane von Richthofen foi autorizada pela Justiça a cursar a faculdade de farmácia em uma universidade particular em Taubaté, no interior de São Paulo.

Segundo a decisão, concedida na última sexta-feira (10), a autorização é válida para início imediato, já que as aulas do segundo semestre começaram. A determinação é que ela possa deixar o presídio entre às 17h e 23h55. O Ministério Público se colocou contra a decisão, por não ter como garantir a segurança da detenta.

Atualmente, Suzane cumpre pena em regime semiaberto na Penitenciária Feminina de Tremembé e conseguiu a vaga no curso superior após obter a nota necessária no Exame Nacional do Ensino Médio (Enem). Ela está entre os 263 detentos do presídio do Vale do Paraíba aptos para ingresso no ensino superior.

Suzane foi condenada a 39 anos de prisão pela morte dos pais com golpes de porrete em outubro de 2002, com a ajuda de Daniel e Cristian Cravinhos, e cumpre pena na cidade do interior de São Paulo, onde também trabalha para progressão da pena.

Em 2017, von Ricthtofen foi aprovada para o curso de administração em uma faculdade católica de Taubaté. Ela fez a inscrição no Fies, foi aprovada, mas não concluiu a matrícula.

Já em 2016, Suzane também passou em administração em uma faculdade de Taubaté. Ela recebeu a autorização para fazer o curso presencial, mas com medo de assédio não frequentou as aulas. Na ocasião ela pediu para fazer o curso online, mas por falta do aparato eletrônico não conseguiu iniciar os estudos.


(Jornal da Band)


0 comentários:

Postar um comentário