Vagner Calçados

quarta-feira, 15 de setembro de 2021

Mombaça e outros municípios cearenses são reconhecidos em situação de emergência devido à seca ou chuvas intensas

O Ministério do Desenvolvimento Regional (MDR) reconheceu, nesta segunda-feira (13), situação de emergência em três municípios cearenses devido a problemas de estiagem ou seca. Cascavel, Independência e Santa Quitéria agora se juntam a outras 32 cidades do Ceará que também estão com situação de emergência vigente, totalizando 35 municípios, ou 19% do Estado. 

Na maioria dos casos, o decreto deve-se à seca ou à estiagem extrema, no entanto, há cidades, como Missão Velha e Abaiara, cujo estado de emergência tenha sido decretado devido a “chuvas intensas”. O decreto neste último município tem vigência expirada nesta quarta-feira (15). Os dados são da Coordenadoria Estadual de Defesa Civil (Cedec) do Ceará. 

Também neste mês de setembro (dia 25) encerra-se a vigência do decreto em Aiuaba. Das 35 cidades atualmente em situação de emergência, 13 têm prazo válido até o próximo ano e as demais encerram até o dia 31 de dezembro. Os decretos têm validade de seis meses, podendo ser prorrogados caso o problema persista trazendo danos à população. 

Cidades em situação de emergência por estiagem:

  • Canindé
  • Caridade
  • Caucaia
  • Itapajé
  • Itatira
  • Monsenhor Tabosa
  • Palmácia
  • Santa Quitéria
  • Cascavel
  • Independência
  • Catunda
  • Crateús
  • Aiuaba
  • Tauá
  • Acopiara
  • Deputado Irapuan Pinheiro
  • Jaguaretama
  • Madalena
  • Milhã
  • Mombaça
  • Pedra Branca
  • Quixadá
  • Solonópole
Cidades em situação de emergência por seca:
  • Irauçuba
  • Trairi
  • Jaguaribe
  • Morada Nova


(Diário do Nordeste)








0 comentários:

Postar um comentário