Vagner Calçados

quarta-feira, 29 de setembro de 2021

Namorada de homem esquartejado tem prisão preventiva decretada

A namorada do homem morto e esquartejado pelo filho adolescente em Fortaleza teve a prisão preventiva decretada pela Justiça nesta terça-feira (28). Sara Nascimento Parente de Morais, 21 anos, é suspeita de ajudar o jovem a ocultar o corpo da vítima, que era seu companheiro.

A mulher foi presa em flagrante quando trabalhava em uma loja de roupas em um shopping, no Bairro Jóquei Clube, nesta terça. No mesmo dia, ela passou por uma audiência de custódia e teve a prisão relaxada pela Justiça, que considerou ilegal. Porém, o Ministério Público do Ceará (MPCE) havia solicitado a prisão preventiva dela, cumprida pelo Poder Judiciário.

Rafael Ferreira Barbosa, de 38 anos, foi morto com um tiro na cabeça na quinta-feira (23), após uma discussão com o filho e, em seguida, teve o corpo esquartejado. O jovem chegou a congelar partes dos membros do pai e guardou em uma geladeira no apartamento onde a vítima morava.

Segundo o delegado Rodrigo Jataí, da 2ª Delegacia do Departamento de Homicídios e Proteção a Pessoa (DHPP), em coletiva na sede da delegacia especializada, o filho relatou aos policiais que rendeu a namorada do pai e a amarrou em um quarto. No dia seguinte, após jogar os membros do homem, ele voltou ao apartamento, soltou a namorada do pai e os dois decidiram ocultar o corpo da vítima, que já estava há três dias no apartamento.

Apesar do adolescente relatar que Sara não participou diretamente da morte da vítima, a polícia afirma que partiu dela a decisão de ocultar o corpo para não chamar a atenção dos vizinhos.

Na decisão da prisão preventiva, a juíza Adriana da Cruz Dantas, da 17ª Vara Criminal de Audiências de Custódia, considerou que Sara tem "índole violenta, frieza e menosprezo à vida humana".


(G1 CE)


0 comentários:

Postar um comentário