Vagner Calçados

terça-feira, 21 de setembro de 2021

Saiba realmente do que se trata o "verme do olho de peixe", e se é prejudicial aos humanos

Circulam nas redes sociais a notícia de uma doença que acomete os olhos de peixes de nossa região. O temor em acometer humanos está contribuindo para que muitas pessoas deixam de consumir o pescado.

Atualmente faz parte da cultura da região consumir peixes de rios de água doce, e de criatórios particulares. E como todos sabem, os peixes são serem vivos, e assim passíveis de serem afetados por parasitoses. E uma das parasitoses que pode afetar a saúde dos peixes, atingindo também seus olhos, é causado pelo parasita da familia Diplostomidae.

O “verme do olho do peixe” é um verme trematódeo digenético que ocorre naturalmente em peixes de água doce de diversas regiões do país, como os tucunarés, matrinxãs, traíras, corvinas, carás, jacundás, entre outros peixes de rios e reservatórios. Na realidade, há condições extremamente favoráveis ao desenvolvimento desse parasito nas pisciculturas: águas represadas, presença de caramujos e constantes visitas de aves piscívoras. O homem não faz parte do ciclo deste verme.

Os peixes são os hospedeiros intermediários dos parasitos investigados e estes só conseguem completar seu ciclo de vida se forem ingeridos por uma ave, como uma garça, mergulhão ou outras aves aquáticas. “Assim, não é interessante para o parasito que o peixe seja devorado por outro peixe ou por um jacaré, pois o parasito seria igualmente digerido”, explica o professor Igor Affonso.

De acordo com os pesquisadores, os resultados mostram que os parasitos, estrategicamente, ocupam áreas do globo ocular onde não atrapalham a visão dos peixes. Porém, a espécie evoluiu de maneira a migrar para regiões do olho onde consegue comprometer sua visão, especificamente em horários que coincidem com a hora de intensa atividade alimentar das aves, no início da manhã.

Com isso, o peixe consegue escapar de predadores que buscam alimentos em outros horários do dia, mas ficam mais vulneráveis quando as aves estão caçando intensamente. Isso significa que os parasitos estão manipulando os peixes para alcançar seus hospedeiros definitivos, que são as aves, e, assim, completar com sucesso seus ciclos de vida.

Da mesma forma, algumas imagens de verme no olho humano circulam em vídeos das redes sociais. Mas felizmente não tem nenhuma ligação com o verme que parasita do olho dos peixes. O verme que atinge o olho de humanos habitantes da África. O verme é adquirido pela picada de uma mosca muito semelhante a nossa mutuca.


(Artigo: Dr Nagilson R. Amoury)


0 comentários:

Postar um comentário