Vagner Calçados

quinta-feira, 3 de fevereiro de 2022

Com 162 mil confirmações, janeiro de 2022 no Ceará é o mês com mais casos de Covid

Uma explosão de contaminação. Confirmações uma atrás da outra em um ritmo jamais visto na pandemia. Atribuída à variante Ômicron, a velocidade de contágio do coronavírus em janeiro, de fato, no Brasil não tem precedentes. No Ceará, as evidências confirmam o que se percebeu no dia a dia. Em janeiro de 2022, o Estado registrou 162 mil novos casos de Covid. É o mês com mais confirmações em toda a pandemia. 

Para se ter dimensão do que o número representa na dinâmica da pandemia, somando todos os casos registrados de junho a dezembro de 2021 no Ceará foram 114 mil ocorrências. E em apenas um mês de 2022, a triste marca foi alcançada e ultrapassada.

Os dados constam no Integrasus, plataforma da Secretaria Estadual da Saúde, e foram analisados pelo Diário do Nordeste. 

Janeiro de 2022 tem ainda outros recordes negativos: 3 picos de registro de casos. No dia 10, foram 10.579 novas confirmações. No dia 14, outras 10.565. E no dia 17, o maior número de novos casos contabilizados em um único dia: 11.101. O maior pico da pandemia. 

Antes de janeiro, o maior volume de contaminações registradas em 24h no Ceará foi na segunda onda, quando no dia 10 de maio o Estado contabilizou 6.300 casos. 

Após o dia 17 de janeiro, o Estado tem tido uma redução gradual no registro de novos casos. Contudo, como as informações do Integrasus são oriundas das notificações dos municípios, os dados ainda estão em atualização, sobretudo, os da última semana de janeiro.

Portanto, ainda não é possível tomá-los como tendência confiável na análise sobre a estabilização ou queda nas contaminações.  


(Diário do Nordeste)



0 comentários:

Postar um comentário