Vagner Calçados

sexta-feira, 6 de maio de 2022

Ministério da Saúde investiga casos suspeitos de hepatite infantil misteriosa

O Ministério da Saúde monitora sete casos suspeitos de hepatite de origem desconhecida em crianças no Brasil.

“A pasta orienta aos profissionais de saúde e da Rede Nacional de Vigilância, Alerta e Resposta às Emergências em Saúde Pública do Sistema Único de Saúde (VigiAR-SUS) que suspeitas sejam notificadas imediatamente”, informou a pasta ao GLOBO.

Surto em mais de 20 países

Os casos de hepatite de origem misteriosa começaram no Reino Unido e logo se espalharam para mais de 20 países. Até 1º de maio, a Organização Mundial da Saúde (OMS) contabilizava 228 confirmações de hepatite pediátrica de origem desconhecida e mais de 50 casos em investigação.

Pelo menos 18 das crianças precisaram de transplantes de fígado e pelo menos uma morreu, segundo a OMS.

Na quinta-feira, 5, a Argentina confirmou o primeiro caso da América Latina, em uma criança de 8 anos.

Sintomas

Os sintomas da hepatite são amplos e podem ser confundidos com outras doenças. No entanto, em meio ao surto da doença, autoridades de saúde do Reino Unido, país que registrou mais casos de hepatite aguda infantil, pediram aos pais que fiquem especialmente atentos aos sinais de icterícia em seus filhos.

A condição se caracteriza pela coloração amarelada do branco dos olhos, e depois da pele. Esse é um sinal de que o fígado está comprometido e são necessários cuidados urgentes.

Também é importante procurar atendimento médico urgente sempre que a criança mostrar sinais de dor intensa quando o abdômen é tocado. Geralmente, a sensibilidade abdominal é sentida na parte superior direita, que é onde o fígado está localizado.

Um quadro de hepatite pode ainda incluir sintomas como febre (baixa ou mais significativa), fadiga, dores articulares ou musculares, perda de apetite ou náuseas, diarreia e vômitos.


(Catraca Livre)




0 comentários:

Postar um comentário